expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

Páginas

12 de fev de 2013

Depois da Festa


Olhe ao redor, ninguém ficou pra te ajudar a limpar a bagunça interna. Seu coração está mais embaraçado, do que propriamente aliviado. É mais ou menos como se sente, depois de achar que bailes, são as melhores coisas pra esquecer. É como lavar roupa em uma poça de lama. Ou então decidiu ficar parada, assistindo TV, todos episódios da sua série preferida, olhando para o celular, esperando ele ligar pra te convidar para sair. 
Já pensou como é bom dá uma festa em sua vida? Você decora sua casa com balões, cheios de sentimentos, e ficou perplexa quando eles estouram... Não há nada melhor do que se expor deste jeito. Acredite respirar raiva, amor, paixão, ódio, loucura e remorso, tudo junto não é lá o melhor cheiro do mundo. É o seu chefe chato, o ex-namorado, a menina chata que você odeia, são seus melhores amigos, e os figurantes da sua vida, que aproveitam!
No final da festa está tudo bagunçado, quebrado,  você queria alivio, mas não ficou ninguém pra te ajudar a pegar os cacos. Depois da festa ninguém fica pra te ajudar a limpar a bagunça interior, nem você mesma.


Gabriela Barreto de Souza
XV



2 comentários: